Monthly Archives: maio 2017

Dicas de como fazer uma salada perfeita!
      │     29 de maio de 2017   │     13:54  │  0

Boa tarde meus queridos!

Se você abusou no final de semana,  hoje é um novo dia, e pede um bom detox, certo? Por isso nada melhor do que começar a semana com uma bela salada. Ela pode ser somente o acompanhamento de uma refeição, mas também pode ser a refeição completa.

Para montar uma salada que vale por uma refeição e que seja deliciosa, escolha seu mix de folhas preferido e mais…

Legumes e Verduras: Fonte de fibras, esses alimentos promovem uma maior saciedade. Alguns, como a cenoura, são também uma ótima fonte de carboidrato. Isso sem falar nas vitaminas, que ajudam a manter saudáveis a pele, cabelos e unhas. É só apostar nos seus preferidos: abobrinha, tomate, berinjela, brócolis, couve-flor, beterraba, pepino… Quanto mais colorido, melhor!

Proteína: A proteína, assim como as fibras, ajuda a afastar a sensação de fome por mais tempo. Escolha sempre opções magras – peito de frango, queijo minas, ovos cozidos ou mesmo quinoa, que é uma ótima proteína vegetal.

Uma gordura saudável: Aposte no azeite extra-virgem, que é cheio de propriedades benéficas à saúde e fonte de gorduras do bem. Você pode fazer um belo molho misturando ervas, azeite e vinagre balsâmico, por exemplo. Abacate, castanhas, linhaça e gergelim também jogam nesse time!

Você ainda pode colocar em sua salada uma pequena porção de frutas, se apreciar misturar doce e salgado. Assim como as castanhas, elas complementam o sabor e deixam a textura do prato mais interessante.

Quanto ao molho… Não se esqueça dele, porém evite aqueles a base de maionese, que são muito gordurosos. Não adianta nada fazer uma salada saudável e colorida e estragar tudo com um molho tipo Ceasar! Muito cuidado: uma salada pode ser bem mais calórica que um prato de macarrão! #ficaadica 🙂

>Link  

Sem glúten, mas com muito sabor…
      │     24 de maio de 2017   │     22:18  │  1

Olhe para esse bolo… O que vem na sua cabeça? Leite, farinha, muita manteiga… Certo? Nada disso! Esse bolo é completamente sem glúten e sem lactose!

Para quem não sabe, eu tenho intolerância a glúten e a lactose. Isso é algo muito difícil na vida de qualquer pessoa, imagina na de quem cozinha e que tem especialização em culinária italiana… Muito difícil mesmo!

Procuro incansavelmente produtos de boa qualidade, mas quando me deparo com o sabor… Deixa muito a desejar.  Em uma dessas buscas constantes acabei conhecendo a Lolita sem glúten.

Eu simplesmente amei a pizza, e através do Instagram nos aproximamos e começamos a conversar. Foi aí que conheci a história da Gabriela…

A Gabriela Quintella Arroxellas é a idealizadora da marca. Ela é nutricionista, pós graduada em nutrição clínica… E é celíaca!

A doença celíaca é causada pela intolerância ao glúten, uma proteína encontrada no trigo, aveia, cevada, centeio e seus derivados, como massas, pizzas, bolos, pães, biscoitos, cerveja, provocando dificuldade do organismo de absorver os nutrientes dos alimentos, vitaminas, sais minerais e água.

Ela é uma condição crônica, autoimune, que afeta o intestino delgado de adultos e crianças geneticamente predispostos.

Os principais sintomas são: dor abdominal, diarreia, flatulência, distensão do abdômen, fraqueza, perda ou dificuldade para ganhar peso, queda frequente de cabelo, diminuição do apetite, lesões de pele, anemia, deficit de crescimento em crianças, infertilidade. Algumas pessoas com doença celíaca não apresentam sintomas ao diagnóstico.

Hoje, praticamente 2 milhões de brasileiros sofrem com essa doença. Assim como eu, a Gabriela encontrava poucos alimentos para vender sem glúten, e os que encontrava eram caros e sem graça…

Aí ela decidiu testar algumas combinações de receitas e de farinhas… Foi testando, fazendo cursos… Mergulhou de cabeça para encontrar a fórmula perfeita. E foi na faculdade, quando despretensiosamente levava margaridinhas e lolitas para lanchar, que as amigas viram o quão saborosos eram seus lanchinhos e começaram a encomendar.

E assim nasceu a Lolita sem glúten, que conta com diversos produtos:

Lolitas (com goiabada) – apenas sem glúten
Margaridinha (salgadinho de queijo) – sem glúten
Cookies de Ninho – sem glúten
Pizzas (mista, mussarela, milho, calabresa, frango ou catupiry, peito de peru) – sem glúten
Massa de pizza sem recheio – sem glúten e sem lactose
Empadinha de frango – sem glúten
Empadão de frango – sem glúten
Torta Delícia Salgada (torta de verdura com calabresa ou frango) – sem glúten e sem lactose
Bolo de Banana – sem glúten e sem lactose
Bolo formigueiro – sem glúten e sem lactose
Bolo de Milho – sem glúten e lactose
Bolo de chocolate – sem glúten e sem lactose
Bolo Prestígio – Sem glúten
Pão tradicional – Sem glúten e sem lactose

 

Alguns produtos podem ser encontrados nas lojas Ponto Natural e Empório Cajueiro ou diretamente com a Gabriela, sob encomenda.

A minha opinião… Nunca provei algum produto glúten free tão saboroso. Todos eles são incríveis!

Quanto ao bolo, bom… Foi o melhor que eu comi na minha vida! Vale experimentar… E mesmo que você não tenha nenhum tipo de restrição, experimenta ele também! O bolo formigueiro da Gabi é um absurdo de tão bom! Palavra de Chef! 🙂

E tem mais…

Lolita sem glúten está em fase de teste, e vai incrementar seu cardápio com panquecas de frango, nhoque de batata inglesa e batata doce, bolo de cenoura e quibe, tudo sem glúten e sem lactose! Além dos bolos regionais, para você arrasar nas festas juninas!

Mega recomendo!

Instagram: @lolitasemgluten

Facebook: Lolita sem Glúten

Telefone: (82) 99115-8835

>Link  

Uma viagem pela Tailândia…
      │     20 de maio de 2017   │     11:43  │  2

Cores, aromas, sabores… A Tailândia é sem dúvida um paraíso para os que gostam da boa cozinha. A riqueza dos seus ingredientes, o requinte na apresentação, a criatividade e o exotismo fazem da gastronomia tailandesa uma das mais ricas de todo o Mundo…

Hoje, convido vocês à embarcarem comigo nessa viagem gatronômica que começaremos agora:

 Kao Pad Sapparot – ARROZ FRITO COM ABACAXI

INGREDIENTES (para 2 pessoas):

12 Camarões (8 cortados em cubos)

1 Ovo

250g de arroz cozido

½ xícara de cebola cortada em cubinhos

1 colher de sopa de shoyo

1 colher de chá de molho de peixe

1 colher de chá de açúcar

½  colher de chá de sal

1 colher de chá de pasta de curry* (verde ou amarelo)

Pimenta branca à gosto

½  xícara de abacaxi cortada em cubinhos

½ xícara de castanhas de caju

Cebolinha verde picada

½ xícara de tomates cortados em cubinhos (retirar a polpa com as sementes)

PARA DECORAR RESERVE:

Os camarões inteiros, abacaxi, castanha

MODO DE PREPARO:

  • Em uma wok com um pouco de óleo, frite primeiro os 4 camarões inteiros. Retire-os e reserve.
  • Em seguida, frite os camarões picados. Retire-os da wok e reserve.
  • Coloque a cebola para fritar, até que fique tenra; mas sem escurecer! Retire-a e reserve.
  • Coloque um pouco mais de óleo na wok e adicione o ovo, sem bater. Use uma espátula para mexê-lo, para que não grude no fundo. (como se estivesse fazendo ovos mexidos). Acrescente o arroz e vá mexendo constantemente com a espátula, cuidando para que não grude no fundo.
  • Na sequencia, acrescente a cebola frita, o molho de peixe e o shoyo e o curry. Como o curry é em pasta, é recomendável que você o dilua no shoyo antes de acrescentá-lo a receita.
  • Acrescente um punhado de castanhas, o abacaxi, o tomate, a cebolinha, o sal, o açúcar e a pimenta. Não pare de mexer!
  • Agora capriche na criatividade para servir! Lembre de usar os camarões inteiros na decoração, algumas castanhas e o seu toque pessoal! Esse prato fica lindo quando servido dentro do abacaxi!

 

>Link  

Caju: uma fruta incrível!
      │     17 de maio de 2017   │     22:05  │  0

Eu simplesmente amo!

Ela é suculenta, macia, saborosa e, acima de tudo, saudável! Uma das frutas símbolo da tropicalidade brasileira – o caju, consumido na maioria das vezes em seu suco,   carrega um verdadeiro arsenal de nutrientes para a nossa vida! Rico em diversas substâncias essenciais ao corpo,ele proporciona ao organismo uma potente proteção para gripes e febres aos mais complexos como o câncer.

Por isso, o caju é uma excelente opção para agregar nutrientes à dieta de perda de peso, e pode ser consumido de diversas formas: fresco, como suco, cozido com curry, fermentado em vinagre, em forma de molho-tipo chutney- e até mesmo, acompanhando drinques. Destacamos apenas alguns dos benefícios do caju!

1 – Fortalece sistema imunológico, sangue e ossos: Dentre os inúmeros nutrientes, a vitamina C é a que mais se destaca! Na comparação, ele tem 5x mais vitamina C que a laranja. Além da vitamina c, que já é conhecida por fortalecer nosso organismo, a fruta também contém zinco, que desempenha um papel vital no fortalecimento do sistema imunológico contra infecções e na cicatrização de feridas, e é extremamente importante durante a gravidez para o crescimento da criança. E, para completar, o caju e ainda tem ferro e cálcio, minerais eficazes de combate à anemia e fortalecimento dos ossos.

2 – Protege o coração: O teor de gordura do caju é menor do que a maioria das outras frutas e, por isso, é ótimo para a saúde do coração . Segundo estudos, ela ajuda e reduzir os níveis de triglicerídeos, que, quando elevados, aumentado a incidência de doenças cardíacas. As castanhas de caju também são ricas em antioxidantes, que diminuem o risco de doenças cardiovasculares.

3 – Previne e combate o câncer: O caju tem muitos flavonoides, pigmentos que possuem propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias, antimicrobianas, antitumorais, ateroscleróticas, entre outras: “Ela é rica em licopeno e betacaroteno, que ajudam na prevenção de alguns tipos de câncer, assim como o cardanol e o ácido anacárdico”, destaca Liliam.

De acordo com pesquisas, esses compostos que inibem a proliferação de tumores atuam diminuindo o “estresse oxidativo” e com isso evitando e combatendo vários tipos de câncer, como o de mama, cólon e próstata.

4 – Deixa Pele e Cabelo mais jovens e bonitos: O caju é rico no mineral cobre, que faz parte de muitas enzimas como a tirosinase, que converte a tirosina em melanina, o pigmento que dá ao cabelo e à pele a sua cor. Sem o cobre, essas enzimas não conseguiriam fazer seu trabalho e a pele e cabelo perderiam o viço.

Os antioxidantes contidos no caju ajudam proteger as células do envelhecimento provocado pelos radicais livres, mantendo a aparência como um todo jovem por mais tempo.

5 – Dá mais disposição: Para atletas de exercícios de resistência, o caju é um alimento indispensável. Ele é rico em aminoácidos de cadeia ramificada (conhecidos como BCAA), que aumentam a capacidade de utilização da gordura como fonte de energia e assim melhorando a capacidade física. O BCAA aumenta o glicogênio hepático e muscular, o que culmina numa maior utilização da gordura como fonte energética durante o exercício.

Eu simplesmente amo Caju… E você?

>Link  

Pudim de leite condensado!
      │     16 de maio de 2017   │     21:23  │  2

De origem portuguesa, receita se expandiu e o pudim agradou o paladar de muitos no mundo inteiro, e aqui mesmo no Brasil se tornou uma sobremesa clássica, presente em qualquer tipo de evento ou situação por ser um doce muito fácil e rápido de se fazer. Além de se tornar extremamente popular, o pudim ganhou derivações: chocolate, frutas, pão…

Tem para todos os gostos! Eles são preparados em banho-maria, método que consiste em colocar o creme preparado com os ingredientes em uma forma caramelizada, cuja é colocada dentro de outro recipiente com água e levada ao forno (ou fogo).

O pudim de leite condensado é o preferido dos brasileiros, é simples de preparar e não tem erro!

Veja a receita abaixo… Essa foi feita totalmente sem lactose!

PUDIM DE LEITE CONDENSADO

Ingredientes:

6 ovos

2 latas ou caixinhas de leite condensado

A mesma medida da embalagem de leite condensado de leite

1 xícara de açúcar

IMPORTANTE: PARA FAZER ESSA RECEITA SEM LACTOSE, BASTA SUBSTITUIR OS INGREDIENTES POR LEITE CONDENSADO E LEITE SEM LACTOSE! 🙂

Modo de preparo:

Coloque o açúcar na forma de pudim e leve ao fogo baixo, para que se forme uma calda fina. Importante cuidar e mexer para que o açúcar não queime na panela.  Reserve.

No liquidificador, coloque os ovos, o leite condensado e o leite. Bata bem durante mais ou menos 3 min. Depois de batido e homogêneo, o creme deve ser colocado na forma de pudim, sobre a calda. Feche a forma e leve ao fogo em banho-maria por 45 minutos. Deixe esfriar e leve a geladeira por no mínimo umas 4 horas. O ideal é fazê-lo em um dia para comê-lo no outro, bem geladinho!

Desenforme e aproveite essa delícia!

 

>Link  

Saiba mais sobre o Azeite de Oliva!
      │     15 de maio de 2017   │     19:31  │  0

AZEITE DE OLIVA – CONHEÇA OS SEUS TIPOS, BENEFÍCIOS, E CURIOSIDADES!

As vantagens de usar azeite de oliva na cozinha são muitas, mais podemos resumi-las em duas: sabor e saúde. Sabor porque o toque gourmet do azeite de oliva faz a diferença em qualquer receita. É por isso que é usado nas criações dos mais importantes chefs. Saúde porque é a única gordura vegetal rica em HDL (colesterol bom) que traz efeitos benéficos para o coração.
A Espanha é certamente o maior produtor mundial de azeite de oliva com safras anuais que superam o milhão de toneladas. Isso representa perto de 60% do azeite produzido na União Européia. No sul da Espanha, a região de Andaluzia é a maior região de cultivo de oliveiras no mundo.

Espanha: maior exportador mundial de azeite de oliva.

A Espanha é o maior exportador mundial de azeite de oliva e as suas marcas estão presentes em todos os continentes, tanto nas lojas, como nas casas ou nas criações dos mais renomados chefs de cozinha. São mais de 260 variedades de azeitonas, que faz do azeite Espanhol uma referência mundial.

Qual a diferença entre azeite de oliva e azeite de oliva extra virgem?

O azeite extravirgem é o que oferece a menor acidez (até 1%), por isso mais benefícios ele oferece à saúde.
São favoráveis no combate do mau colesterol, facilitam a passagem natural do sangue porque impedem o acúmulo de gordura, principalmente abdominal, prevenindo o risco de doenças cardíacas e diabetes. Só não pode abusar na quantidade, pois uma colher de sopa contém cerca de 108 calorias! O ideal é consumir 2 colheres de sopa por dia: uma no almoço e outra no jantar, regando a comida já aquecida, saladas, o lanche, como preferir.
Evite aquecê-lo pois perderá o benefício de suas propriedades.
O azeite virgem é um pouco mais ácido que o extra virgem (até 2%). É indicado para uso em pratos que serão aquecidos após o seu uso junto ao alimento. Seu sabor se torna mais forte e levemente adocicado quando aquecido.
O azeite refinado tem mais de 2% de acidez e é o mais indicado para uso em frituras. É usado industrialmente misturados à outros azeites.

A cor define a qualidade do azeite de oliva?
Não. A cor não interfere na qualidade do azeite de oliva. As degustações profissionais são feitas num copo azul escuro que não permite ver a cor do azeite porque este é irrelevante em relação à sua qualidade.

Você sabia que é possível fazer doces com azeite de oliva?
O azeite de oliva pode substituir qualquer outra gordura vegetal na elaboração de doces, tornando-os mais saudáveis.

Sabe como é feito o azeite de oliva espanhol?
O azeite de oliva espanhol é feito a partir do fruto da oliveira, a azeitona. É, portanto, um produto 100% natural. As azeitonas são recolhidas no último trimestre do ano e prensadas em menos de 24 horas. O suco destas azeitonas, extraído por procedimentos mecânicos, é o azeite que chega à sua mesa.

Qual é o melhor azeite de oliva?
Aquele que você mais gostar. Os azeites de oliva espanhóis apresentam uma variedade enorme, desde os mais adocicados aos mais amargos ou picantes. Cada prato harmoniza-se melhor com um ou outro tipo, mas sempre em função do seu próprio gosto.

>Link  

Sejam bem-vindos ao Blog Sabor e Paixão!
      │     12 de maio de 2017   │     16:14  │  2

Olá! Sejam bem-vindos ao Blog Sabor e Paixão!

É um enorme prazer fazer parte desta grandiosa equipe, e uma honra poder estrear o Blog em uma data tão especial…

Para escolher essa receita fiz uma pequena enquete em minhas redes sociais, perguntando para as pessoas qual era a maior lembrança que elas tinham referente a comida de mãe.

Foram muitas histórias… Mas algo, todos tinham em comum: sempre falavam de amor.

E comida de mãe é isso; é simples, despretensiosa, é saborosa… Ela abraça, acolhe, acarinha. Mesmo aquelas que não sabem cozinhar, com toda a certeza já fizeram o melhor miojo do mundo ou o nugget mais perfeito! Cada prato servido com toda certeza foi um gesto de amor!

Parabéns à todas as mamães pelo seu dia!

Em especial dedico esse post à minha, que está lá no interior do Rio Grande do Sul, e que pela primeira vez não estará comigo neste dia. Essa receita é pra você mamma! 🙂

Que Deus as abençoe e as ilumine sempre! Feliz Dia das Mães!

BUCATINI AO MOLHO DE QUEIJOS COM MEDALHÕES DE FILÉ MIGNON

INGREDIENTES:

Para a massa:

  • 500g de Bucatini (espaguete mais grosso com um buraquinho no meio)
  • 2 embalagens de creme de leite
  • 4 colheres (sopa) de queijo tipo emmenthal ralado
  • 4 colheres (sopa) de queijo tipo gruyère ralado
  • 2 colheres (sopa) de queijo tipo parmesão ralado
  • Noz moscada a gosto
  • Sal a gosto
  • Pimenta-do-reino a gosto

Para a carne:

  • 8 medalhões de filé mignon
  • 2 dentes de alho amassados
  • Sal a gosto
  • Pimenta-do-reino a gosto
  • 3 colheres de sopa de Shoyu
  • Meio copo de vinho tinto seco

MODO DE PREPARO:

Em uma panela grande coloque água para ferver, juntamente com uma colher de sal e um fio de azeite. Enquanto a água aquece, prepare a carne.

Coloque no fogo alto uma panela grande, de preferência de ferro, com uma quantidade razoável de óleo. Tempere os medalhões com sal e pimenta. Quando o óleo estiver muito quente, coloque os medalhões na panela. Como eu gosto da carne ao ponto menos (mal passada) costumo deixar uns 3 minutos de cada lado. O ponto da carne eu deixo a seu critério, porém não se esqueça de deixá-la douradinha por fora…

Assim que estiverem prontos, retire da panela colocando-os em um prato. Reserve.

Com a água fervendo, coloque a massa para cozinhar.

Pegue uma frigideira grande e coloque todos os ingredientes do molho de queijo. Misture e leve ao fogo baixo. Assim que ferver estará pronto…

Pegue novamente a panela que você fez a carne e leve ao fogo baixo. Acrescente o shoyu mexendo sempre. É importante mexer bem para aproveitar todo o resíduo da carne que ficou na panela. Em seguida, acrescente o alho e logo após o vinho tinto. Deixe reduzir o molho. Leve os medalhões de volta para a panela mexendo bem para que todos fiquem cobertos pelo molho.

Sirva imediatamente.

 

 

Tags:, , , ,

>Link