Monthly Archives: junho 2017

Salada no pote: Prática e deliciosa!
      │     29 de junho de 2017   │     19:26  │  1

Não tem como negar que armazenar sua comida em potes de vidro é algo muito prático, mas, além disso, as vantagens são inúmeras: por possuírem tampas, impedem o contato direto do alimento com o ambiente externo, não possuem odor, ajudam a porcionar, no caso de dietas, além de conservar a comida melhor e por mais tempo (isso significa que você pode preparar sua salada na noite anterior). 

É uma ótima ideia para garantir um almoço rápido, prático, saboroso e supersaudável, para quem vive na correria.

Para que fique mais fácil na hora de comer, a preparação deve ser feita em camadas. Concentre o molho na primeira camada, seguida dos ingredientes densos como tomate, milho, pepino e cenoura.  Por fim, as folhas devem ficar por cima. Desta forma, você impede que elas fiquem murchas ao entrar em contato com o molho, mas vale dar aquela chacoalhada na hora que for consumir. 

 

1ª camada: molho

Confira abaixo essas 3 receitinhas de molho:

Mostarda e Mel

2 colheres de mostarda Dijon + suco de 1 limão + 1 colher de chá de mel + 3 colheres de azeite + tomilho à gosto

Limão e Azeite de Oliva

½ xícara de azeite + nozes picadas + suco de ½ limão + ½ xícara de manjericão + 1 alho ralado

Iogurte com Hortelã

1 xícara de iogurte + 3 colheres de azeite + raspas de 1 limão + ½ xícara de hortelã + 1 cebolinha

2ª camada: ingredientes densos

Agora, você pode escolher os ingredientes que vão manter o molho e as folhas separados. Veja as opções:

Opção 1:

Peito de frango em tiras + milho cozido + abacate + cenoura

Opção 2:

Rabanete em rodelas + pepino em pedaços + grão de bico + cebola roxa

Opção 3:

Quinua cozida + mussarela de búfala + cogumelos + tomatinhos cereja

3ª camada: folhas

Finalize com a dupla de folhas que você mais gosta.

Opção 1:

Agrião + Alface frisée

Opção 2:

Folhas de beterraba + alface lisa

Opção 3:

Agrião + Radicchio

Espero que vocês gostem!

 

>Link  

O Strogonoff que mudou a minha vida!
      │     27 de junho de 2017   │     21:50  │  0

Como muitos de vocês já sabem, passei toda a minha infância acompanhando as delícias feitas na cozinha. Fazia bolos, doces e outras receitas fáceis, mas sempre com a supervisão de um adulto.

Foi em um sábado qualquer de inverno, aos 13 anos, que decidi me aventurar pela primeira vez sozinha na cozinha!

A inspiração veio de um breve passeio na casa da minha tia Alda, onde almocei um Strogonoff maravilhoso feito pelas minhas primas gêmeas Mara e Maristela. Muito curiosa, peguei a receita e retornei à minha cidade com a certeza que faria o mesmo prato com o mesmo sabor do que havia me deliciado.

E naquele sábado… Ahhh… Eu iria arrasar!

Lembro que minha mãe comprou os ingredientes e entregou a mim. Foi um momento único! A alegria e o entusiasmo estavam latentes! Eu estava lá – no templo sagrado!

A cozinheira fez o arroz, a salada… EU estava fazendo o prato principal!

Ficou pronto. Confesso que bem diferente do que havia sido feito pelas minhas primas.

Ficou horrível! Pavoroso! Não tinha como comer!

Mesmo decepcionada, me sentei à mesa. Olhei para o meu pai com os olhos mareados e falei que estava péssimo. Ele provou… Vi em sua expressão que não estava nada bom. E quando eu estava prestes a chorar ele disse:

-“Filha, da próxima vez vai ficar bem melhor!”

Foi naquele dia, por razão daquela frase, por aquela atitude, que nunca mais parei de cozinhar…

Só contei essa história para dizer que não existe nada mais maravilhoso do que uma frase de carinho, uma frase de motivação. Uma atitude, pode mudar o destino de uma pessoa!

Não deixe que ninguém diga à você que não é capaz de fazer tal coisa… Você é capaz sim! Você é capaz de fazer o que você quiser… E ser o que você quiser. As vezes, só vai precisar de tempo…

Aquele Strogonoff, mudou a minha vida! Agradeço todos os dias por ter tido um pai tão maravilhoso, que mesmo vendo meu fracasso; me pôs para cima. Pena, que quando comecei a fazer maravilhas, ele já não estava mais aqui.

… (meu pai faleceu aos 57 anos, em 16 de novembro de 2005).

Mas… O tempo passou e aprendi a fazer com maestria o tal Strogonoff, e vou compartilhar agora com vocês: 

Este prato, de rápida preparação, famoso no mundo inteiro e mais conhecido como Strogonoff, (muitos pensavam que era uma receita francesa, leve engano!), é de origem russa, mais diretamente referente a Ucrânia. Esse prato durante a invasão napoleônica à Russia era servido aos  prisioneiros franceses diariamente pois , a carne o iogurte ( nata de leite talhado)  e os cogumelos eram facilmente encontrados. Com a libertação dos prisioneiros que retornaram a França, levaram consigo essa receita que também tornou-se muito popular naquele país com o nome de Strogonoff ( talvez derivado da própria pronúncia em francês) e assim tornou-se mundialmente conhecido. 

Apesar de popular entre o Exercito Russo, esse prato nasceu em uma família nobre na Ucrânia, foram seus padrinhos os Stroganov,  família de comerciantes de Novgórod que no século XVIII, que tinham atingido seu auge do poderio naquela época. Já no século XVI os Stroganov possuíam terras e salinas nos Urais, onde nessa altura era aonde terminava a esfera de influência dos soberanos russos, onde possuíam um exército particular que posteriormente se incorporou ao Exército Russo. A avançada sobre os Urais deveu-se à sua iniciativa. Por essa ocasião, Ihes foram concedidos privilégios que ainda hoje parecem fantásticos e se tornaram fornecedores de matérias prima para todo o exército trazendo consigo essa receita.
Esta Iguaria só fica boa se preparado com  a carne cuidadosamente limpa de peles e gorduras. Apesar de originalmente ser preparado com Iogurte, na França sua preparação foi adaptada a manteiga e o creme de leite, mas o paladar também se torna assim mais delicado.

BOUEF STROGANOV – STROGONOFF

Ingredientes:

  • 2 cebolas,
  • 80 g de manteiga,
  • 30 g de farinha,
  • 1/4 Litro de caldo de carne escuro,
  • 2 colheres de sopa de mostarda Dijon
  • Sal e pimenta do reino a gosto,
  • Suco de 1  limão,
  • 1 copo de iogurte natural integral ou 250 ml de coalhada fresca,
  • 100 g de cogumelos estufados, ( nesse caso o Paris ou Porcino hidratado)
  • 500 g de filé mignon
  • 50 ml de vodka

Modo de Preparo:

Pique a cebola e doure-a na manteiga. Polvilhe a farinha juntamente com a paprica doce. Coloque o caldo. Deixe cozinhar o molho por 15 minutos. Tempere o iogurte com a mostarda, o sal e o suco de limão, bata bem até engrossar com um fouet e adicione esse “Sour Cream” ao refogado com o fogo desligado, sem parar de mexer.

Junte os cogumelos e volte ao fogo, deixando refogar um pouco.
Corte a carne em cubos ou tiras e frite-a, em fogo alto, com manteiga e um pouco de azeite numa frigideira. A carne tem de ficar rosada por dentro, Flambe com a vodka.

A carne não deve, de modo algum, ficar passada demais, pois vai endurecer.

Misture a carne frita ao molho. Mexa e está pronto!

Sirva com batatas fritas, massa de gnocchi pré cozidos ou almôndegas feitas de pão amanhecido. Em cada lugar da Ucrânia, usam acompanhamentos diferentes, mas se quiser o velho “Arroz com batatas palha” está tudo certo! 😉

>Link  

Delícias de Food Truck’s!
      │     22 de junho de 2017   │     23:01  │  0

Eu adoro descobrir coisas novas! E nessas minhas aventuras gastronômicas, conheci um lugar em plena Jatiúca que é sensacional!

Estou falando do Maceió Food Park, o novo point dos mais deliciosos pratos servidos em Food Truck’s da cidade!  Se você ainda não conhece, não sabe o que está perdendo!

Já na entrada você se depara com o Oriental Truck – especialista em cozinha oriental. 

Sob os cuidados do Chef Marcelo e de sua esposa Karina, o Oriental Truck traz uma grande opção em seu menu.

Experimentei o Yakissoba; carro chef do Food Truck! 

Ele vem em várias versões: de carne, frango, camarão, misto, e até vegetariano! O de camarão é simplesmente maravilhoso! Os legumes são frescos, a massa no ponto certo, os camarões macios e o molho… Absolutamente delicioso! Tudo isso, com preços que vão agradar à todos.

O Oriental Truck ainda oferece Yakimesh, Bifum Misto de Carne e Frango, Frango Xadrez, Carne com legumes, Frango ao curry e Camarão ao Curry – estes numa pegada mais Tailandesa!

Aroma e sabor sem igual!

Dica ⇒ Se você não estiver a fim de cozinhar é quer fazer um jantarzinho bem elaborado para seu/sua parceiro(a) ou seus amigos, passa no Oriental Truck, escolhe algo bem bacana e pede pra viagem! Com um bom vinho branco, qualquer opção do cardápio impressiona!

Mas, se a sua pegada for aquele hamburger suculento, saboroso, com pão macio e fresquinho e com molhos de tirar o fôlego, você não pode deixar de conhecer o Rhino’s Burger!

Chef Júnior,  Chef Cavalcante e a Marcella sabem muito dessa arte, e oferecem ao público opções que variam do Rhino’s Chicken ao Rhino’s Destroyer!

Mas o queridinho do Truck é o Rhino’s Rib – Pão australiano com burger de costela bovina, cheddar, bacon crisppy e um molho barbecue dede respeito! Esse eu provei… Nunca comi um bacon tão crocante! O Rhino’s Rib  da vontade de comer de joelhos!

Junto ao Rhino’s Burger você encontra também o Açaí Supreme, que além de um açaí cremoso e muito saboroso, você vai encontrar inúmeras opções de ingredientes para fazer combinações perfeitas!

 

 

Para completar, a Natália se uniu a essa turma, trazendo seus deliciosos Da Natta Cakes – Uma Food Bike repleta de delícias que vão fazer você pirar! Destaque para o Tortellete de Queijo do Reino com Goiabada. Maravilhoso!

Gostou de todas essas maravilhas?

O Maceió Food Park fica na Av. Desembargador Valente de Lima, 172, Jatiúca!

>Link  

Sabores do Mundo – China!
      │     20 de junho de 2017   │     14:36  │  0

Da milenar cozinha chinesa, o Frango Xadrez (em Chinês Gong Bao) é um dos pratos mais consumidos no mundo!  A combinação leva tenros pedaços de frango, acompanhados de cebola, pimentão verde e vermelho e amendoim. Tem, entre os seus ingredientes, a pimenta caiena, o que deixa a receita bem picante.

Sua origem vem da dinastia Qing, na província de Sichuan, onde um governador fez trabalhos importantes e reconhecidos pelo imperador. Por isso, recebera o título de Gong bao, o que significa protetor do palácio.

Mas, o que uma coisa tem a ver com a outra? Tudo! O fato é que o governador cozinhava muito bem, e para receber os amigos resolveu então inventar um prato. Não deu outra, o frango ficou famoso e passou a ser chamado de Gong bao ji ding. Em português, pedaços de frango do protetor do palácio.

No Ocidente, recebeu o nome de frango xadrez porque os ingredientes são cortados em quadrados e muito coloridos. A gente sabe que o nome é apenas um detalhe, pois, aqui como lá, o prato é extremamente gostoso e saudável. E uma importante fonte de proteínas, ferro e fósforo. Outro “segredinho” dessa iguaria passa pela forma de preparo. Assim, é fundamental o uso de uma panela wok, pois, é ela que dá um sabor especial ao prato e deixa o cozimento no ponto.

Eu amo esse prato, pois é muito fácil de ser feito e uma excelente opção para o dia-a-dia!

FRANGO XADREZ

INGREDIENTES:

  • 500g de Filé de peito de frango cortado em cubos grandes
  • 1 pimentão verde grande cortado em cubos grandes
  • 1 pimentão vermelho grande cortado em cubos grandes
  • 2 cebolas médias cortaIngredientes:das em cubos grandes
  • 1 embalagem pequena de Shoyo
  • Raspas de gengibre
  • 1 colher de açúcar
  • Sal e Pimenta à gosto
  • Amendoim torrado para decorar

MODO DE PREPARO:

Em uma Wok bem quente, colOque um pouco de óleo de soja e em seguida frite os cubos de frango. Quando estiverem levemente dourados, acrescente a cebola.

Coloque em seguida metade do Shoyo. Acrescente o pimentão verde, o vermelho e mexa. Coloque um pouco de sal, pimenta, o açúcar, gengibre e o resto do Shoyo. Se precisar, acrescente água. Os pimentões levarão cerca de 15 – 20 min para cozinharem.

Cuide para que não fique molho em excesso, nem seco demais.  Quando os pimentões estiverem cozidos, desligue o fogo e decore com amendoim. Sirva acompanhado de arroz!

DICA IMPORTANTE ⇒ VOCÊ PODE USAR MOLHOS PRONTOS QUE ESTÃO À VENDA NOS SUPERMERCADOS. UMA OPÇÃO É ESSA DA IMAGEM, QUE É MARAVILHOSO E EU USO! AÍ, É SÓ COLOCAR POUCO SAL E UM POUQUINHO A MAIS DE SHOYO! 🙂

>Link  

Bolo Cremoso de Milho Verde!
      │     18 de junho de 2017   │     15:53  │  0

Como prometi para vocês, estou aqui para compartilhar mais uma delícia típica das festas juninas…

Esse bolo é essencial em sua festa, e também uma ótima pedida para esses dias chuvosos de inverno!

BOLO CREMOSO DE MILHO VERDE

Ingredientes:

  • 1 lata de milho verde com água e tudo

  • 1/2 lata da mesma de óleo

  • 1 lata da mesma de açúcar

  • 1/2 lata da mesma de fubá

  • 4 ovos

  • 2 colheres bem cheias de farinha de trigo

  • 2 colheres de coco ralado

  • 1 colher e 1/2 de chá bem cheia de fermento em pó

Modo de Preparo:

Bata bastante todos os ingredientes no liquidificador até ficar bem homogêneo. Em seguida, quando já estiver bem batido e cremoso,  acrescente o coco ralado e o fermento. Misture. Em seguida coloque para assar.

Coloque em forma redonda de buraco ou em forma quadrada, de acordo com sua preferência. não esqueça que ela deverá ser untada e enfarinhada.

Leve ao forno preaquecido a 180ºC por, aproximadamente, 40 minutos.

O bolo fica parecendo pamonha, bem cremoso, fica uma delicia!

Me segue lá no Instagram: @mfernandaschiavo 

 

>Link  

Delícias para as festas juninas!
      │     16 de junho de 2017   │     16:14  │  0

FESTAS JUNINAS!

Passado o dia dos namorados, lá veio o dia dele: Santo Antônio – o Santo casamenteiro! Mas você sabe a história das festas juninas? 

Elas homenageiam três santos católicos: Santo Antônio (no dia 13 de junho), São João Batista (dia 24) e São Pedro (dia 29). No entanto, a origem das comemorações nessa época do ano é anterior à era cristã. No hemisfério norte, várias celebrações pagãs aconteciam durante o solstício de verão. Essa importante data astronômica marca o dia mais longo e a noite mais curta do ano, o que ocorre nos dias 21 ou 22 de junho no hemisfério norte. Diversos povos da Antiguidade, como os celtas e os egípcios, aproveitavam a ocasião para organizar rituais em que pediam fartura nas colheitas.

Na Europa, os cultos à fertilidade em junho foram reproduzidos até por volta do século 10. Como a igreja não conseguia combatê-los, decidiu cristianizá-los, instituindo dias de homenagens aos três santos no mesmo mês. 

O curioso é que os índios que habitavam o Brasil antes da chegada dos portugueses também faziam importantes rituais durante o mês de junho. Apesar de essa época marcar o início do inverno por aqui, eles tinham várias celebrações ligadas à agricultura, com cantos, danças e muita comida. Com a chegada dos jesuítas portugueses, os costumes indígenas e o caráter religioso dos festejos juninos se fundiram. É por isso que as festas tanto celebram santos católicos como oferecem uma variedade de pratos feitos com alimentos típicos dos nativos. Já a valorização da vida caipira nessas comemorações reflete a organização da sociedade brasileira até meados do século 20, quando 70% da população vivia no campo. Hoje, as maiores festas juninas se concentram no Nordeste, com destaque para as cidades de Caruaru (PE) e Campina Grande (PB).

Bom, já que você ficou sabendo um pouquinho da história, que tal aprender a fazer algumas delícias típicas dessas festas e que todo mundo ama?

Vamos começar com uma receita de eu amoooo:

COCADA DE CORTE 

Ingredientes:

  • 1 lata de leite condensado
  • 2 medidas (da lata) de açúcar
  • 1 pacote de coco seco ralado (100g)  ou 1 coco fresco pequeno, ralado
  • manteiga para untar

Modo de preparo:

Leve ao fogo baixo o leite condensado, o açúcar e o coco ralado, mexendo sempre até desprender do fundo da panela. Despeje no mármore untado e nivele com um rolo de massas também untado. Deixe esfriar e corte sua cocada caseira em quadrados. Não tem uma superfície de mármore? Sem problemas… Despeje em uma assadeira rasa untada, e nivele com uma espátula!   Fácil, não achou?

Fica ligadinho no Blog que estarei postando mais delícias juninas para vocês!

E acompanha meu Stories, lá no Instagram que eu passo dicas bem bacanas também! @mfernandaschiavo 🙂

 

>Link  

Dia dos Namorados!
      │     11 de junho de 2017   │     19:24  │  0

Hoje é um daqueles dias pra lá de românticos…

Os casais com toda a certeza vão aproveitar para fazer um jantar especial ou vão curtir um jantarzinho a dois nas diversas opções que os restaurantes estão oferecendo.

Mas se você, assim como eu, vai passar sé o dia 12 (calmaaaa, não estou solteira – o marido viajou a trabalho!), eu tenho uma dica que você vai amar! 

Primeira coisa: fique em casa! Os restaurantes estão super lotados de casais cheios de amor pra dar!

Peça a sua comida favorita: vale hamburger, comida chinesa, pizza… Mas o mais importante; compre um vinho…

E um fondue de chocolate daqueles prontos que todo o supermercado vende. Compre morangos, uvas, banana, melão…

Afinal, você pode estar só, mas isso não quer dizer que você precisa estar infeliz, ok?

Aproveite a SUA companhia, e faça desta segunda-feira, um dia especial! 🙂

>Link  

Receita perfeita para o seu Domingo!
      │     10 de junho de 2017   │     18:36  │  3

Domingo é dia de reunir a família e fazer “aquele” almoço… 

Se você estiver pensando em fazer carne, ave ou peixe, esse é o acompanhamento perfeito! prepare-se para arrasar na cozinha!

Essa é a versão tradicional da receita, mas você pode variar usando óleo de oliva ao invés de manteiga, usando alecrim como na foto abaixo. Você pode usar temperinhos verdes, bacon e até requeijão! Todas as versões são deliciosas!

BATATAS HASSELBACK

Ingredientes:

  • Batatas grandes (a quantidade varia de acordo com o número de pessoas)
  • 2 colheres de manteiga
  • Farinha de rosca (1 colher de chá bem cheia por batata)
  • Queijo parmesão ralado

Modo de preparo:

 

Lave bem as batatas e as mantenha com casca.

Fatie as batatas mas não as separe; deixe uns 0,5 cm de base para que ela se mantenha unida. Uma boa dica é usar um espetinho de churrasco: basta passar o espeto de um lado a outro da batata em sentido horizontal, deixando alguns milímetros na base. Aí é só cortar até alcançar o espetinho!

Pincele metade da manteiga derretida e tempere com sal e pimenta a gosto. Leve ao forno até que as batas estejam cozidas.

Retire as batatas do forno, pincele a manteiga, coloque a farinha de rosca e o queijo ralado por cima, com a ponta dos dedos, para que eles fiquem bem espalhados e com uma aparência incrível!

Leve novamente ao forno para gratinar. Quando estiver douradinho, é só servir! 🙂

>Link  

Para um delicioso jantar: Camarão à Provençal
      │     8 de junho de 2017   │     16:18  │  0

Já que estamos na semana que antecede o Dia dos Namorados, nada melhor que uma receita bem fácil, saborosa e que vai impressionar seu amor!  

Escolhi para vocês um clássico, daqueles que todo mundo ama e nunca sai de moda!

CAMARÃO À PROVENÇAL

Ingredientes

  • 20 camarões grandes limpos (ou camarão rosa médio)
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto
  • 1/2 xícara(s) de chá de manteiga
  • 1/4 xícara(s) de chá de azeite
  • 4 dentes de alho bem picados ou amassados
  • 3 colher(es) de sopa de ervas da Provence frescas ( tomilho, alecrim, manjericão)
  • 3 colher(es) de sopa de salsinha crespa picada
  • 3 colher(es) de sopa de ciboulette ou cebolinha francesa picada
  • Pimenta dedo-de-moça para decorar

MODO DE PREPARO:

Tempere os camarões com sal e pimenta e reserve. Leve uma frigideira ao fogo, quando estiver quente, derreta a manteiga junto com o azeite.

Jogue os camarões e deixe-os dourar em fogo médio, por cerca de três minutos de cada lado (cuidado para não passar do ponto). Acrescente o alho.

Junte as ervas da Provence e deixe de no máximo mais três minutos no fogo. Por último, polvilhe a salsinha e a cebolinha picada sobre os camarões e sirva imediatamente. Decore com pimentas vermelhas… Fica um charme e tem tudo a ver com o Dia dos Namorados, não acham?

Um bom acompanhamento é o arroz branco, que pode ser aquecido na frigideira em que você fez o camarão. Desta forma ele pega uma “corzinha” e fica ainda mais saboroso!

Bom apetite! 🙂

>Link  

Filmes para quem ama cozinhar e gosta de comer bem…
      │     6 de junho de 2017   │     13:55  │  0

Se você ama cozinhar, aprecia um bom prato e tem curiosidade de saber mais sobre esse universo, não pode deixar de ver alguns filmes que tratam exatamente deste assunto.

Selecionei aqueles que são considerados os melhores – quando o assunto é gastronomia, é claro!

Vale a pena ver!

SEM RESERVAS

Kate Armstrong (Catherine Zeta-Jones) é a chef de um sofisticado restaurante de Manhattan. Ela leva seu trabalho com muita seriedade, o que faz com que as pessoas ao seu redor se intimidem com seu jeito. Sua natureza perfeccionista é colocada à prova quando é contratado Nick (Aaron Eckhart), um animado subchef que tenta alegrar a todos na cozinha e gosta de ouvir ópera enquanto trabalha. Ao mesmo tempo Kate precisa lidar com a súbita chegada de Zoe (Abigail Breslin), sua sobrinha de 9 anos, que se sente deslocada na rotina da tia.

CHOCOLAT

Ano: 2000 País: Estados Unidos “Chocolate”, do diretor Lasse Hallström, é um daqueles filmes deliciosos que faz a gente pensar se não valeria a pena largar tudo para viver em uma pequena cidade francesa.  O filme se passa na pacata cidade fictícia de Lansquenet-sous-Tannes. Por lá, as pessoas são conservadoras e um tanto tristes, mas tudo muda quando uma jovem mulher e sua filha chegam no local.  Ela inaugura uma chocolataria, que transforma não só o paladar das pessoas, mas principalmente, o modo de ver e viver a vida.

JULIE & JULIA

1948. Julia Child (Meryl Streep) é uma americana que passou a morar em Paris devido ao trabalho de seu marido, Paul (Stanley Tucci). Em busca de algo para se ocupar, ela se interessou por culinária e passou a apresentar um programa de TV sobre o assunto. Cinquenta anos depois, Julie Powell (Amy Adams) está prestes a completar 30 anos e está frustrada com a vida que leva. Em busca de um objetivo, ela resolve passar um ano cozinhando as 524 receitas do livro de Julia Child, “Mastering the Art of French Cooking”. Ao longo deste período Julie escreve para um blog, onde relata suas experiências.

A 100 PASSOS DE UM SONHO

Eu simplesmente amo esse filme!

No sul da França, Madame Mallory (Helen Mirren) é uma respeitada e autoritária dona de um restaurante estrelado no famoso guia Michelin que está cada vez mais preocupada com um estabelecimento indiano, concorrente, que abriu do outro lado da rua do seu empreendimento. Ela trava uma verdadeira guerra contra o vizinho, mas aos poucos conhece o filho do seu adversário, Hassan Kadam (Manish Dayal), um garoto com verdadeiro talento para a culinária. Os dois tornam-se amigos, e Mallory passa a guiá-lo pelos conhecimentos da refinada gastronomia francesa, sem abandonar a tradição indiana, encorajando-o a alçar voos muito mais altos.

O CHEF

Carl Casper (Jon Favreau) é o chef de um restaurante badalado de Los Angeles, mas volta e meia enfrenta problemas com o dono do local (Dustin Hoffman) por querer inovar no cardápio ao invés de fazer sempre os pratos mais pedidos pelos clientes. Um dia, um renomado crítico gastronômico (Oliver Platt) vai ao restaurante e publica uma crítica bastante negativa, baseada justamente no fato do cardápio ser pouco criativo. Furioso, Casper vai tirar satisfação com ele e acaba demitido. Pior: a briga vai parar na internet e se torna viral, o que lhe fecha as portas nos demais restaurantes. Sem saída, ele recebe a ajuda de sua ex-esposa (Sophia Vergara) para reiniciar a vida no comando de um trailer de comida.

Esse foi o último que eu assisti. Mega recomendo! Você vai se divertir com toda a certeza!

Espero que gostem! 🙂

 

>Link