Monthly Archives: setembro 2017

Parrilla – Saiba tudo sobre essa delícia!
      │     11 de setembro de 2017   │     16:16  │  0

Olá gente amiga! Minhas férias acabaram e voltei a todo vapor!

Como passei uns dias lá pelo meu Rio Grande, não preciso dizer que comi muito churrasco! Cada encontro com os amigos vinha sempre acompanhado dele.

Mas, tem outra forma de assar a carne, típica da Argentina e do Uruguai que eu amo: A Parrilla!

Assar um churrasco na churrasqueira ou na parrilla tem lá suas diferenças. Enquanto um é clássico do Rio Grande do Sul, o outro é amplamente utilizado nos países do Prata, como Argentina e Uruguai. Mas, os gaúchos têm gostado da tradição vizinha e feito cada vez mais o churrasco na grelha.

Saiba um pouco mais sobre a Parilla:

Já existe no mercado modelos portáteis de Parrilla como esse acima!

1. A PARRILLA
Para começar, o que diferencia a parrilla da churrasqueira é que a carne é assada na grelha em vez do espeto. Quem não tem uma parrilla construída em casa, pode adaptar a churrasqueira da seguinte forma: basta levantar o fundo utilizando tijolos refratários para que fique com 40cm de profundidade. Depois, é só instalar a grelha.

2. O FOGO
O mais importante é que o fogo esteja forte. Na parrilla, é melhor utilizar lenha, que pode ser de eucalipto ou acácia negra. Se for assar em uma churrasqueira adaptada, é possível substituir por carvão. Para garantir que a temperatura do fogo esteja certa, é só fazer o teste: coloque a mão na altura da grelha por quatro segundos, se aguentar mais do que isso é porque não está quente o suficiente, se retirar a mão antes disso é porque está quente demais. Quatro segundos é o ponto ideal.

3. A CARNE
Os cortes clássicos utilizados na grelha são o assado de tira, o vazio e o entrecôte. Na Argentina e no Uruguai, também são tradicionais as achuras, ou miúdos, cortes pouco conhecidos no Rio Grande do Sul, como molleja, riñones, chinchulin e morcilhas doce e salgada. O cálculo de carne com acompanhamentos é de 350g por pessoa. Sem acompanhamentos, pode-se calcular em 500g.

4. O ASSADO
Para os iniciales, ou seja, as entradas (queijo parrillero, salsicha parrillera e pimentão com ovo), bastam 20min. O assado de tira deve ser colocado na grelha com o osso virado para baixo até ficar levemente tostado e 5min do outro lado. O vazio é rápido, bastam 20min. A dica para o entrecôte é: quando aparecerem bolinhas de sangue na parte de cima da carne está na hora de virar.

5. A MESA
As carnes devem sempre ser salgadas na hora de servir, com sal entrefino (também chamado de sal médio).

E quando forem à Porto Alegre visitem a melhor Parrilla da cidade: A Parrilla del Sur! As fotos são de lá e eu amei ter matado a saudade! 😉

>Link